Menino de 4 anos põe fogo em colchão de idosa acamada

Mais um daqueles casos para alertar os responsáveis sobre os perigos de uma criança com acesso ao fogo. Duas idosas e uma criança de 11 anos foram encaminhadas para unidade de saúde da Capital após inalarem a fumaça provocada pelo incêndio em um colchão, na tarde desde domingo (14). A suspeita é de que o fogo, que destruiu a cama onde estava uma das idosas, de 89 anos, pode ter sido provocado por uma criança de 4 anos.

A dona do imóvel, de 82 anos, revelou que estava na varanda da casa, localizada na Rua Canabras, no Jardim Morenão, quando seu neto chegou gritando e pedindo ajuda. “Ele chegou gritando e já dizendo que não foi ele”, afirmou ela ao revelar a suspeita do neto ter riscado um fósforo no local.

Ainda segundo ela, na cama estava a irmã, de 89 anos, que é acamada. “Eu nem sei como foi que conseguir tirar ela da cama, mas na hora arranjei forças”, complementou.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido gravemente. As duas idosas e um menino de 11 anos, filho de uma vizinha e que brincava com a outra criança no local, inalaram a fumaça provocada pelas chamas.

A vizinha, de 27 anos, mãe do menino de 11 anos, revelou ter se assustado quando ficou sabendo do ocorrido. “Meu filho veio aqui me pedir ajuda e na hora eu assustei”, afirmou. Ela, o filho e avó do garoto de 4 anos apagaram o fogo.

O teto do quarto da idosa ficou queimado, mas as chamas foram rapidamente controladas. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local. As três pessoas que inalaram a fumaça foram encaminhadas para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *